EXPO 2020 – 5 biliões de dirhams destinam-se às PMEs

No final do passado mês de Agosto, a organização da Expo 2020 Dubai anunciou que 20% do investimento total no evento será direcionado em contratos a pequenas e médias empresas (PME), quer locais, quer internacionais, em montante que se prevê superior a 5 biliões de dirhams. A Expo 2020 Dubai entende que as PMEs terão um papel vital na economia na construção do evento, gerando a maior parte do produto interno bruto do país até ao final da década.

Sob o lema “Connecting Minds; Creating the Future” (“Conectando Mentes; Criando o Futuro”), a Expo 2020 Dubai celebra a inovação e o engenho humano, na medida em que a energia colocada no esforço, ideias e imaginação humanos resulta na criação de novas experiências que mudam o nosso modo de vida. Para todo o evento, que durará cerca de seis meses, começando em 20 de Outubro de 2020 e terminando em 10 de Abril de 2021, a Expo 2020 Dubai espera um total de 25 milhões de visitas.

A importância das PME na construção da Expo

De acordo com a Dubai SME, uma agência do Departamento de Desenvolvimento Económico (“Department of Economic Development”) criada para fomentar o desenvolvimento de empresários e facilitar a criação de pequenas e médias empresas, as PME contribuem atualmente em 42 por cento do total de postos de trabalho no Dubai. Outros dados mostram que as PME representam cerca de 94 por cento do número total de empresas que operam nos Emiratos Árabes Unidos, com 400.000 PME a representar 60 por cento do PIB (Produto Interno Bruto) do país, número que deverá aumentar para 70 por cento até 2021.

Reconhecendo a importância das PME na economia atual do Dubai, teve recentemente lugar a assinatura de um memorando de entendimento (“MoU”), que permite que as empresas registadas junto da Dubai SME sejam automaticamente inscritas como potenciais fornecedoras da Expo 2020 Dubai, em mais uma iniciativa virada para o reforço do papel das PME no evento.

Outra dessas iniciativas foi a criação do Portal eSourcing, lançado em Abril de 2015.

O Portal eSourcing é uma ferramenta online que permite o registo e pré-qualificação de fornecedores, e que liga todas as necessidades relacionadas com a Expo a fornecedores devidamente qualificados, de uma forma rápida e segura. O portal permite não só que os contratos possam ser objeto de propostas, negociados e fechados, mas também contém informação detalhada sobre os contratos já adjudicados, permitindo assim possibilidades adicionais para a integração das PME através de colaboração espontânea.

À data da assinatura do “MoU”, encontravam-se registadas mais de 4.500 empresas no Portal eSourcing, das quais mais de 30 por cento representavam PME. O “MoU” permitiu que mais 3.500 empresas associadas à Dubai SME fossem adicionadas ao Portal eSourcing automaticamente, com total integração e acesso a participar na construção e conclusão da Expo.

As pequenas empresas como uma parte grande do futuro

No final de Agosto de 2016, os responsáveis da Expo 2020 Dubai anunciaram que 20 por cento dos gastos diretos e indiretos totais da Expo, em contratos que representam mais de 5 biliões de dirhams, serão dirigidos para as PME locais e internacionais. Esta medida vem no seguimento dos esforços anteriormente realizados para integrar as PME na cadeia de fornecedores da Expo, com vista a maximizar o impacto económico do evento entre a comunidade empresarial, e vai mesmo além do que a Lei Federal n.º 2, de 2014, relativo a Pequenas e Médias Empresas e Projetos estipula. A referida Lei aloca um mínimo de 10 por cento de todos os contratos federais para as PME, enquanto que no caso de empresas em que o Governo Federal possua uma participação mínima de 25 por cento, devem ser contratadas PME no correspondente a um mínimo de 5 por cento do total de compras, serviços e consultoria contratados.

Os responsáveis da Expo entendem que o papel das PME na economia deve ser tomado em linha de conta aquando da elaboração de estratégias prioritárias, sendo sua convicção que este é um investimento que será sem dúvida compensado no futuro, visto como parte integrante da transição para uma economia baseada na inovação para lá desta década, sem deixar de estimular a criação de emprego e de melhorar a competitividade.

 

Subscreva a newsletter AOB
e receba as ultimas notícias a nivel mundial


Registo na Ordem dos Advogados sob o n.º 13/04

Morada: Av. Engenheiro Duarte Pacheco, 19, 1º andar
1070 - 100 Lisboa

Tel: +351 21 371 33 50

Por defeito, este site usa cookies. Estes cookies destinam-se a optimizar a sua experiência de navegação neste site.